PREVALÊNCIA DE Gardnerella vaginalis, Candida spp. e Trichomonas vaginalis EM EXAMES CITOPATOLÓGICOS DE GESTANTES ATENDIDAS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SANTA MARIA-RS

Gabriela Bonfanti, Thissiane de Lima Gonçalves

Resumo


Introdução: Durante a gestação podem ocorrer distúrbios no mecanismo fisiológico do trato genital, composto por Lactobacillus spp., resultando em processos infecciosos determinados por agentes bacterianos. Tais infecções podem levar a doença pélvica inflamatória, parto prematuro e infecção fetal, sendo que o exame de Papanicolaou pode sugerir a presença desses agentes infecciosos. Objetivo: Verificar a prevalência dos agentes microbiológicos encontrados no Papanicolaou de gestantes atendidas no HUSM. Métodos: Foi realizado um levantamento do arquivo dos laudos citológicos do Laboratório do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2008, das gestantes que realizaram o exame citopatológico durante o pré-natal. Resultados: Foram analisados 1344 laudos e observou-se que 59,82% das pacientes apresentaram flora bacteriana normal, ou seja, composta porLactobacillus spp. O total de floras alteradas foi de 40,17%. Dessas, 38,24% apresentaram Gardnerella vaginalis, 33,75% Candida spp., 5,92% Trichomonas vaginalis, 21,54% flora mista (cocos e outros bacilos) e 0,54% outros microorganismos como Leptothrix vaginalis e Fuseobacterium spp. Conclusão: Essas infecções estão associadas à complicações na gestação e nossos resultados mostraram uma alta prevalência de agentes patogênicos nas pacientes, confirmando a importância do acompanhamento pré-natal das gestantes para o diagnóstico e tratamento adequado dessas possíveis infecções.

Descritores: gestantes, exame citopatológico, agentes microbiológicos.

 

 

Introduction: During pregnancy may occur disorders in the physiological mechanism of genital tract, consisting ofLactobacillus spp., resulting in infectious processes determined by bacterial agents. These infections can lead to pelvic inflammatory disease, preterm delivery and fetal infection. The Pap Smear test may suggest the presence of these infectious agents. Objective: To determinate the prevalence of microbiological agents found in the Pap smear test of pregnant women attending in HUSM. Methods: It was made survey of the file of the cytological laboratory of the Hospital Universitario de Santa Maria (HUSM) from January 2005 to December 2008, belonging to women, who underwent the examination of cytopathologic during prenatal care. Results: 1344 reports were analyzed and indicated that 59.82% of patients showed normal bacterial flora, which is composed of Lactobacillus spp. The total flora switched was 40.17%. Of these, 38.24% had Gardnerella vaginalis, 33.75% Candida spp., 5.92% Trichomonas vaginalis, 21.54% mixed flora (bacilli and cocci) and 0.54% other microorganisms such as Leptothrix vaginalis and Fuseobacteriumspp. Conclusion: The microbial infections are associated with complications during pregnancy, our results showed a high prevalence of pathogens in patients, confirming the importance of prenatal care of pregnant women for diagnosis and proper treatment of possible infections.

Descriptors: pregnant women, cervical screening, microbiological agents.


 


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Acessos desde 08/08/2013.

 

 

 

Indexadores

LATINDEX, Sumários.org

Contato

Av Roraima, 1000, Prédio 26, sala 1205/1201 | Cidade Universitária, Universidade Federal de Santa Maria
Bairro Camobi, Santa Maria, RS, Brasil, 97105-900 | Fone: (55) 3220 8751 / ramal: 8464

 

Versão online eISSN 2236-5834

Versão impressa ISSN 0103-4499

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 2.5 Brasil.