Classificando ações de sustentabilidade: uma análise de conteúdo de entrevistas de líderes

Siqueira de Morais Neto, Maurício Fernandes Pereira, Emerson Antonio Maccari

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/198346594538

Esta pesquisa tem como objetivo verificar se as empresas que se apresentam como possuidoras de atitudes socioambientais o fazem por exigências legais, ou por serem pró-ativas. Dessa forma, identificam-se e classificam-se atitudes de sustentabilidade nas diversas categorias e dimensões constituintes da responsabilidade social corporativa. A perspectiva adotada considera as informações provindas dos líderes das corporações estudadas. Como metodologia, foi utilizada a análise do conteúdo de Anuários de Sustentabilidade da Revista Exame, constituindo-se de uma pesquisa descritiva, baseada em revisão bibliográfica. Para a estruturação das categorias de análise e contexto, foram utilizados os indicadores de desempenho de sustentabilidade criados pela ONG Global Reporting Initiative. De acordo com os objetivos propostos, as atitudes foram catalogadas, observando-se uma alta concentração em apenas alguns poucos temas da responsabilidade social corporativa. Verificou-se também que a maioria dessas empresas está atuando de forma pró-ativa ao benefício da humanidade e da natureza, dessa forma, fazendo mais que o mínimo para evitar penalizações.

 


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons

Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Revista de Administração da UFSM.Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659 Fone/fax: (55)32209242